27
Mai-2016

Cuba: um país de lutadores e campeões

Cuba, Destinos   /   Etiquetas:

Durante as nossas viagens sempre deixamos um pouco de espaço para a improvisação. E esta visita a Cuba não foi excepção. Obviamente investigámos um pouco sobre o destino antes de partir, mas queríamos ser surpreendidos no terreno. Entre as recomendações de residentes que ouvimos já depois de chegar, houve uma que nos chamou particularmente a atenção. Disseram-nos que tínhamos que assistir a um combate de boxe, um dos desportos preferidos dos cubanos, logo depois do baseball.

[smartslider3 slider=12]

.

Depois de ir perguntando aqui e ali qual seria o melhor lugar para ver os boxeadores nacionais em ação, e sabendo que só estaríamos uma semana em Havana, acabámos por concluir que o calendário não estava a nosso favor e que provavelmente teríamos que o deixar para outra ocasião. Até que nos falaram do Ginásio Rafael Trejo, um dos ginásios mais antigos de toda a ilha e o lugar onde deram os seus primeiros golpes alguns dos atletas que representaram Cuba em diversas edições dos Jogos Olímpicos nesta modalidade.

Garantiram-nos que era possível assistir a diversos treinos durante o dia e que talvez até nos pudéssemos unir ao grupo e aprender alguns movimentos. Tínhamos que ir!

Aprendendo a boxear em CUBA

A poucos metros da Casa natal de José Martí, no número 815 da rua Cuba (entre as ruas Merced e Leonor Pérez), lá encontrámos este pequeno ginásio aparentemente tão humilde mas ao mesmo tempo tão valioso, devido à quantidade de campeões que por aqui passaram e pelo talento que continuam a cultivar numas instalações de recursos escassos mas de grandes sonhos e ilusões. E é que para muitos atletas o desporto representa uma oportunidade de mudar de vida e de escapar às limitações impostas aos habitantes desta ilha ao longo de tantos anos… Uma ilha onde o instinto lutador não está apenas nos ringues. Está nas ruas, no interior das casas, faz parte da essência cubana… Pelo que o boxe é quase uma escolha natural.

No interior do ginásio encontrámos um grupo de crianças recém-saídas da escola, que depois de cultivar a mente, trabalhavam agora aspectos tão importantes para os cubanos como a força, a resistência, a disciplina e a perseverança. Falámos com o treinador e entendemos porque se formam tantos campeões nestas arenas. Aqui há espaço para a brincadeira, mas não para a debilidade. “Foste atacado? Pois levanta a cabeça e defende-te! Não te rendas nunca…”. E vamos entendendo um bocadinho melhor a própria sociedade cubana, que nunca deixou de sorrir em todo este tempo, apesar das adversidades.

Durante mais ou menos uma hora falámos também com os mais pequenos, aprendemos alguns golpes de boxe e observámos… No final ficámos com vontade de mais. E já ficou feita a promessa: na próxima viagem à Havana assistiremos a um combate de verdade!*

*No Ginásio Rafael Trejo há combates todas as Sextas-feiras às 19h. A entrada custa um CUC$1(equivalente a 1€).

2

 likes / um comentário
Partilhar este post:
  1. Roteiro de 7 dias em HavanaRoadmoving /

    […] da disciplina física e menstal em Cuba, e estes valores são transmitidos desde tenra idade. No ginásio Rafael Trejo, em plena Havana Vieja, as crianças treinam diariamente e durante várias horas, logo depois da […]

Comentar este artigo


Clica no formulário para ver mais

Arquivos

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec