Entrevista a Daniel Tangerner

Voltar atrás

A sua conta no Instagram define-o perfeitamente. Na descriçao podemos ler que o Daniel Tangerner (ou devemos chamar-lhe @changotango?) é um austríaco que reside atualmente em Barcelona, mas que “vive no mundo”. E é verdade. Basta olha para as fotografias que publica para o comprovar. E foram precisamente essas imagens que nos levaram a pedir-lhe que nos concedesse esta entrevista.

Enquanto estudou Linguística e Literatura na Universidade de Viena o Daniel foi cultivando o gosto pela exploração de lugares remotos e inacessíveis, por ouvir histórias surpreendentes, por descobrir outras linguagens e conhecer personagens e gentes completamente distintas. Mesmo que fosse só na ficção e no papel. Mas quis ir mais além e procurar outras narrativas… um pouco mais reais. Deixou a sua Viena natal e deu inicio à sua odisseia pessoal aterrando em Barcelona, onde concluiria um Master em Estudos Latino-Americanos. E aqui começava uma viagem que se adivinha interminável. Porque assim é também a sua curiosidade….

Daniel Tangerner

O Daniel é austríaco, vive em Barcelona mas considera-se um cidadão do mundo.

Neste momento está a aprender mandarim e acaba de regressar de uma viagem de intercâmbio a Shangai, que foi provavelmente uma das melhores experiências internacionais que viveu até ao momento. Mas muito mais está por vir. Queres saber qual será o seu próximo destino? Lê esta entrevista, onde o Daniel te conta tudo em primeira pessoa:

Que lugar ocupam as viagens na tua vida?

As viagens são muito importantes para mim. E não servem só para desconectar da minha vida em Barcelona, mas também para conhecer coisas novas e descobrir novos lugares. Gosto muito da frase: “Viajar é a única coisa que se compra que te faz mais rico”. Prefiro mil vezes fazer uma boa viagem que comprar roupa ou um telemóvel caro.

as viagens de Daniel Tangerner

“Viajar é a única coisa que se compra que te faz mais rico” é a sua frase favorita.

Que valorizas mais numa viagem? As pessoas que conheces, os lugares que visitas, a gastronomia, os momentos em que não fazes absolutamente nada….

Adoro a comida. Quando chego a um país diferente tento provar todos os tipos de pratos e ingredientes. Quero saborear absolutamente tudo. Obviamente os lugares e a cultura do destino que visito também são muito importantes. E desfruto muito enquanto tiro fotografias aos lugares e à vida diferente de cada lugar.

Como escolhes normalmente os teus destinos de férias?

É o Skyscanner que escolhe! (riso) Tento sair do país pelo menos uma vez por mês, normalmente a destinos da Europa, e quase sempre escolho o mais barato. E uma ou duas vezes por ano faço uma viagem mais longa. Ultimamente fui muito a países asiáticos porque me fascinam muito. Além disso, estou a fazer um curso de mandarim e fui à China para aprender o idioma.

viagem à China

A sua viagem recente à China foi a experiência que mais o marcou até ao momento.

De que viagem gostaste mais e porquê?

Da minha viagem à China. As pessoas são muito diferentes e adorei conhecer uma cultura tão distinta à nossa. Além disso, fiz um curso de chinês e conheci a gente local que me ajudou a entender melhor a situação do país e a sua cultura.

Qual foi o lugar que mais te decepcionou?

Marrocos. Fui duas vezes a Marrakech e a Fez. Mas regressei muito cansado porque estão sempre a tentar vender-te algo e a tentar conseguir dinheiro de uma forma a que não estou habituado.

vaigem a Marrocos

Marrocos: o destino mais dececionante.

Qual foi o lugar que mais te surpreendeu positivamente?

As Ilhas Canárias. Adorei. São muito bonitas… Às vezes não ter que ir muito longe. Na Espanha e na Europa há lugares espectaculares…

O destino que não recomendas a ninguém… Porquê?

Andorra. É horrível. Está cheia de centros comerciais dos anos 80.

A que lugar regressarias sempre?

Às Canárias e à Áustria, a minha pátria.

O teu meio de transporte favorito….

O avião.

Como organizas a tua mala? Com quanta antecedência?

Na minha mala o caos está sempre presente. Ponho o armário completo na mala e já está. Preparo tudo no último momento e tenho sempre que comprar algo no destino porque deixei algo em casa…

Que tens que levar sempre? Qual é esse objeto imprescindível?

Dois cartões de crédito. É que perco sempre tudo e assim pelo menos tenho sempre uma alternativa.

Preparas as viagens com antecedência ou preferes improvisar no terreno?

Sempre improvisar. Quando fui três semanas ao Vietname só reservei as duas primeiras noites. E aí decidia cada dia para onde queria ir…

Vietname

Durante as suas viagens o Daniel prefere improvisar. Assim foi durante a sua viagem de 3 semanas pelo Vietname.

O episódio mais divertido das tuas viagens. E esse momento em que passaste um bocadinho de medo…

O mais divertido foi em Shangai, quando fomos a um karaoke com um grupo de amigos. Foi uma loucura… Cantavam como se fosse o último dia das suas vidas!

E passei um pouco de medo em Hoi-An. Já era muito tarde e tinha que regressar ao hotel em bicicleta porque estava fora da cidade, para visitar os campos de arroz. Tive que passar pelos campos e pelos búfalos de água a meio da noite… Foi bonito, mas ao mesmo tempo um bocadinho assustador.

Que recordação trazes normalmente das tuas viagens? Tiras fotografias, compras o típico souvenir, procurar algum objeto exótico?

Trago sempre comida. Quero que a minha família e amigos provem o que é típico nos outros países…

Qual é a viagem que te falta fazer?

Em Outubro quero ir à Arménia.

QuestionÁrio Express:

Hostel ou Hotel? – Hotel
Sozinho ou acompanhado? – Sozinho
Mochila ou mala? – Mochila
Praia ou Montanha? – Montanha
Cidade ou campo? – Os dois
Excursão organizada ou viajar por conta própria? – Viajar por conta própria
Viajante ou Turista? – Viajante
Um prato: Käsespätzle
Um livro sobre viagens: Lonely Planet 😛
Um filme sobre viagens: “7 anos no Tibete”
Um cheiro: As flores do jardim do Palácio Schönbrunn em Viena
Uma imagem (que nunca poderás esquecer): A muralha da China
Um objeto (que trouxeste de uma viagem e que tem um significado especial): Os noodles de Ramen da China, que ainda estão na minha cozinha e que tenho uma vontade enorme de comer.
Uma pessoa que te inspirou a viajar: A minha tia
O teu próximo destino: Arménia

Impressões & Sentimentos: Prefiro mil vezes fazer uma boa viagem que comprar roupa ou um telemóvel caro.

Comentar este artigo


Clica no formulário para ver mais