11
Abr-2017

Ohrid, a joia da Macedónia

Macedónia   /   Etiquetas:

Quando falamos de fazer uma viagem aos Balcãs, normalmente a primeira coisa que nos vem à cabeça são as praias da Croácia ou as montanhas da Eslovénia. Alguns, mais aventureiros, talvez pensem na Bósnia ou na Albânia. Mas certamente serão muito poucos os que associam esta região do sudeste da Europa a um pequeno país chamado Macedónia, em pleno centro da Península Balcânica. E muito menos a uma pequena cidade fronteiriça chamada Ohrid.

Ohrid city

Ohrid

Conhecida como a Jerusalém dos Balcãs, Ohrid é uma pequena povoação localizada junto ao lago com o mesmo nome e que faz parte da fronteira entre a Macedónia e a Albânia. Apesar de não ser uma cidade grande, Ohrid alberga uma história e um legado muito importante para a região.

Igreja San Juan Kaneo

Igreja de San Juan Kaneo, do século XIII

HISTÓRIA DE OHRID

A história de Ohrid remonta ao século IV ac. Foi romana e bizantina. Em latim, a cidade chamava-se Lychnidos, que significava “cidade de luz”. Assumiu uma grande importância no caminho que unia o mar Adriático com o Egeu, mais conhecido como Via Egnatia. Durante a alta Idade Média foi a sede de um arcebispado, convertendo-se num importante centro do cristianismo.

A emigração eslava proveniente do Norte chegou a esta zona entre os séculos sexto e sétimo, especificamente uma tribo conhecida como Berzit, que acabaria por se estabelecer na região. Com a posterior conquista por parte dos Búlgaros, aparece pela primeira vez o nome de Ohrid, por volta do ano 879. A influência búlgara foi demasiado evidente, e converteu a cidade num dos maiores centros culturais do primeiro império búlgaro, chegando mesmo a ser a sua capital.

Fortaleza de Samuel

Ohrid vista desde a Fortaleza de Samuel

Nos séculos seguintes a cidade foi passando de mão em mão, de conquistador em conquistador. Por aqui passaram os búlgaros, os bizantinos, os otomanos e os sérvios, que deixaram importantes marcas na região. Com a influência do império otomano, reduziu-se a povoação cristã (no século XVII). Mas esta situação mudaria um século mais tarde, por estar num lugar de passagem de uma importante rota comercial.

No século XIX, Ohrid já contava com 45% de habitantes muçulmanos, e os restantes 55% eram constituídos principalmente por católicos romanos e cristãos ortodoxos. Com o despertar da primeira guerra mundial, a cidade foi invadida pelo exército sérvio, que acabaria por a abandonar pouco tempo depois devido às pressões de um grupo de guerrilheiros Albano-Macedónios pró-búlgaros. E seria o império búlgaro quem ocuparia a cidade até ao final da primeira guerra mundial.

Ohrid downtown

Centro de Ohrid

No período entre guerras fez parte do reino da Jugoslávia e foi novamente ocupada pelos búlgaros durante a segunda guerra mundial. Posteriormente Ohrid passou a ser uma pequena parte da República Socialista da Macedónia, integrada na Jugoslávia. Nesse momento é uma das cidades mais importantes da Macedónia.

Porto de Ohrid

Porto de Ohrid

Hoje em dia, ao caminhar pelas suas ruas podemos sentir este peso e importância histórica. Vemos a um antigo anfiteatro romano ao lado de uma fortaleza medieval, mesquitas e igrejas que convivem em harmonia, assim como uma povoação amável que sempre te recebe da melhor maneira. Ohrid é um exemplo de tolerância e convivência. Uma pequena cidade agora rodeada de paz, perfeita para fazer uma pausa e descansar, contemplando as paisagens que a rodeiam e o pôr-do-sol sobre um lago que parece não ter fim. Sem dúvida, um lugar inesquecível.

Ohrid sunset

Pôr-do-sol no Lago Ohrid

0

 likes / um comentário
Partilhar este post:
  1. À descoberta da cidade de Skopje em 24 horasRoadmoving /

    […] não fazer comentários. Mas uma coisa é certa: fomos muito bem recebidos em Skopje e em Ohrid e os macedónios merecem um futuro […]

Comentar este artigo


Clica no formulário para ver mais

Arquivos

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec