01
Mai-2016

20 lugares de visita obrigatória em Macau

Macau   /   Etiquetas:

Macau foi a porta de entrada para a Ásia dos navegadores portugueses no século XVI, numa relação que durou mais de quatro séculos. Hoje continua a ser um lugar de chegada para muitos curiosos provenientes do mundo inteiro, fascinados pela fusão de sabores, culturas e tradições concentradas num território com apenas 30km2 de extensão.

Macau tem traços de Oriente e Ocidente, sabe a Ásia, África e Portugal, é simultaneamente cosmopolita e conservador, ao mesmo tempo moderno e tradicional. É um destino absolutamente fascinante de constrastes e fusões, que soube adaptar-se às circunstâncias políticas e económicas do Presente, desde que se converteu em Região Administrativa Especial da China (em 1999), sem nunca destruir ou esquecer o seu rico Passado tão vinculado a Portugal. Queres saber tudo o que tem para oferecer? Aqui te deixamos apenas uma seleção de 20 lugares que não podes deixar de visitar durante a tua viagem a Macau:

Ruínas de São Paulo

Começa a tua viagem com uma visita ao Centro Histórico de Macau, incluído na Lista do Património Mundial da UNESCO desde 2005. Em total são 25 os monumentos e praças destacados, entre os quais se incluem as Ruínas de São Paulo, um dos símbolos de Macau. De visita obrigatória!

Ruínas de S.Paulo

As ruínas de São Paulo são um dos símbolos de Macau. Na fotografia vemos também as decorações tradicionais do Ano Novo Chinês.

Igreja de São Domingos

Outro dos monumentos incluídos na famosa lista do Património Mundial é a Igreja de São Domingos, fundada em 1587 por três padres dominicanos espanhóis. No seu interior também é possível visitar um pequeno Museu de Arte Sacra, com mais de 300 peças religiosas. Deves saber também que aqui foi publicado o primeiro jornal português de Macau, com o particular nome de “A Abelha da China”.

Igreja-S.Domingos

Na Igreja de São Domingos foi publicado o primeiro jornal português de Macau.

Largo do Senado

Quem viaja a Macau não pode deixar de visitar o Largo do Senado, centro nevrálgico da cidade onde se realizam alguns dos principais eventos desta Região Administrativa Especial. Recomendamos uma visita ao edifício do Antigo Senado, a Santa Casa da Misericórdia e ao Templo de Sam Kai Vui Kun, aí mesmo ao lado.

Largo-do-Senado

Largo do Senado durante as celebrações do Ano Novo Chinês

Pastelarias “Koi Kei” na Rua de São Paulo

Depois de passar pelo Largo do Senado segue em direção à Rua de São Paulo e deixa-te levar pelas doces tentações das famosas pastelarias “Koi Kei”. Aqui te darão a provar todas as especialidades locais, onde a amêndoa, o amendoim e o gengibre são os ingredientes protagonistas.

Doces

Nas pastelarias “Koi Kei” podes provar tudo antes de comprar. Mas cuidado. Porque as tentações são muitas…

Museu de Macau

Para saber mais sobre a história de Macau, sobre os seus costumes e tradições, não deixes de visitar o Museu de Macau. Localizado na Fortaleza do Monte, a principal estrutura defensiva da cidade construída pelos jesuítas no início do século XVII, é também um lugar com vistas privilegiadas sobre a cidade.

Museu-de-Macau

Desde a Fortaleza do Monte poderás observar quase toda a cidade.

Jardim de Lou Lim leoc

Para relaxar um pouco, longe do bulício do centro da cidade, recomendamos que faças uma pausa no Jardim de Lou Lim leoc, um jardim de estilo tradicional chinês onde poderás observar como os locais realizam a sua prática diária de Tai-Chi ou assistir a ensaios improvisados de ópera chinesa.

Jardin-Lou-Lim-Loc

Jardim de Lou Lim leoc é um autêntico refúgio natural em pleno centro da cidade

Mercado Vermelho

E se queres comprar produtos frescos, como carnes, peixe ou legumes, nada melhor que uma visita matinal ao Mercado Vermelho, onde descobrirás o verdadeiro significado do adjetivo “fresco”. Isto porque aqui muitos dos animais expostos estão vivos e são preparados aí mesmo, sobre o olhar atento do cliente. Uma experiência sensorial fascinante…

Mercado-Vermelho

O Mercado Vermelho é um dos lugares mais autênticos de Macau.

Fortaleza da Guia

O Jardim da Flora é outro dos pulmões verdes de Macau. Aproveita para subir no teleférico até ao Monte da Guia, o ponto mais alto da cidade, e caminha um pouco até chegar ao Farol da Guia, um fantástico ponto de observação sobre a cidade. Uma localização estratégica que no passado converteu a este lugar no principal ponto de vigia de Macau. O farol permanece ainda hoje em funcionamento e aqui se encontra também o poste onde é içado o aviso de aproximação de tufões.

Teleferico-de-Guia

Desde o Teleférico da Guia também podes desfrutar de umas vistas fantásticas sobre Macau.

Torre de Macau

Para dar um pouco mais de adrenalina à tua viagem, lança-te em queda livre (a mais de 200km/hora) desde o alto da Torre de Macau, a 233 metros de altura. Serão provavelmente os cinco segundos mais emocionantes da tua vida! Mas se não estás preparado para emoções tão fortes, podes optar por fazer o Skywalk (caminhar amarrado ao redor da Torre) ou desfrutar de uma refeição com vistas privilegiadas sobre Macau no restaurante panorâmico de 360º.

Torre-de-Macau

Uma atividade apta apenas para os mais atrevidos: passear ao redor da Torre de Macau, a 233 metros de altura. Quem se atreve?

Casa do Mandarim e Largo do Lilau

A Casa do Mandarim é um belo edifício de arquitectura tradicional chinesa, que no passado foi residência de um importante poeta e escritor, Zheng Guanying, cuja obra influenciou as políticas económicas de Mao Tse Tung, por exemplo. Aí mesmo ao lado encontramos o Largo do Lilau, onde se encontra uma fonte de extrema importância para o visitante: diz a lenda que quem beber dessa água voltará a Macau algum dia!

Casa-do-Mandarim

Não é por acaso que esta porta é redonda: de acordo com as crenças populares chinesas, impedem a entrada dos maus espíritos!

Templo de A-Má

É um dos lugares mais visitados de Macau. E é também um dos templos mais surpreendentes de toda a cidade, não só pelo seu tamanho e pela beleza dos seus pavilhões, mas também porque neste mesmo espaço se veneram diferentes deuses de distintas religiões, como o budismo, confucionismo ou taoísmo. Um verdadeiro exemplo de convivência e tolerância religiosa!

Templo-de-A-Ma

O Templo de A-Má é um fantástico exemplo de como as diferentes religiões convivem em harmonia em Macau.

Rua da Felicidade

A Rua da Felicidade é provavelmente uma das ruas mais belas e interessantes de Macau. Com um passado boémio vinculado ao jogo e à prostituição, repleto de misteriosas histórias que incluem espias e cortesãs, a artéria que foi o coração do Bairro Vermelho da cidade é agora um lugar de passagem obrigatória para qualquer visitante. E as suas belas e pitorescas casas brancas com portas e janelas vermelhas já chegaram mesmo ao grande ecrã, sendo cenário de algumas cenas míticas de Indiana Jones ou James Bond!

Rua-da-Felicidade

Antigo centro do Bairro Vermelho de Macau, na Rua da Felicidade foram gravadas algumas cenas de Indiana Jones ou James Bond!

Casas Museu da Taipa

Depois de percorrer todo o centro histórico, atravessa até às ilhas e descobre o lado mais bucólico e tranquilo de Macau. Passear pela Vila da Taipa é um autêntico prazer… Percorre a pé a Rua do Cunha, entra nas pequenas lojas e restaurantes tradicionais e perde-te pelas suas ruelas estreitas e coloridas até chegar às Casas Museu da Taipa, um conjunto de casas antigas de arquitectura colonial que no passado eram utilizadas como refúgio de férias e fim-de-semana dos altos funcionários macaenses e que recentemente se converteram em casas-museu.

CasaTaipa

Estas belas casas de arquitectura colonial, antigas residências de altos funcionários de Macau, albergam agora a três museus.

Restaurante António

E já que estás no centro da Taipa, não podes deixar de provar os deliciosos pratos do Restaurante António, recomendado na Guia Michelin de 2015 para Macau! Um lugar com autêntica comida portuguesa (mais de 85% dos seus ingredientes são importados de Portugal), onde com um pouco de sorte até é possível assistir a um espectáculo de fado ao vivo. Uma casa bem portuguesa, com certeza, em território asiático.

Antonio

O Restaurante António é provavelmente um dos lugares mais portugueses de Macau!

Centro Comercial Venetian

De Portugal a Las Vegas. Ou devemos dizer Veneza? Entramos agora no Centro Comercial do Hotel Venetian, um lugar onde o tempo se detém e o céu nunca deixa de ser azul… Com 980.000 m2 de extensão, esta mini-cidade com gôndolas e canais é uma réplica da famosa cidade italiana e uma cópia exacta do Venetian de Las Vegas. Um autêntico paraíso para os que gostam de comprar nas grandes lojas internacionais, ou para os que procuram desafiar a sorte com umas moedas no casino.

Venetian

No Venetian de Macau podes dar um passeio em gôndola e viajar a Itália, nem que seja só por alguns instantes…

The House of Dancing Water

É o maior espectáculo aquático do mundo, e provavelmente o mais caro de Macau. Mas nem por isso deixa de ter casa cheia. Só nos primeiros três anos em que esteve em cena, esta história de amor atribulada levou mais de 2 milhões de espectadores ao mais importante centro de entretenimento de Macau, o City of Dreams! E o seu êxito é imparável… “The House of  Dancing Water”, dirigido por Franco Dragone, impressiona pela complexidade da produção (tendo como cenário principal uma piscina com vários metros de profundidade). Imperdível!

The-House-of-Dancing-Water

O “The House of Dancing Water” é o maior espectáculo aquático do mundo.

Monte de Coloane: Templo de Ma Cho e Estátua de A-Ma

E depois de perder-te entre enormes centros comerciais, casinos e grandes espectáculos de renome internacional na zona de Cotai, o centro do jogo e entretenimento de Macau, certamente vais sentir necessidade de fazer uma pausa num lugar tranquilo. E vais gostar de saber que o refúgio que procuras está aí mesmo ao lado… Sobe até ao Monte de Coloane e desfruta de uns minutos de meditação em silêncio no Templo de Ma Cho, contempla as fantásticas vistas sobre a cidade desde a Estátua de A-Ma e passa um dia relaxado em contacto com a Natureza, com piquenique incluído, na zona mais verde de Macau.

Templo-de-Ma-Cho

O Templo de Ma Cho atrai anualmente a centenas de peregrinos de Taiwan, onde se presta especial devoção a esta deusa.

Pastel de nata no Lord Stow`s Bakery

E já que estás na ilha de Coloane, tens que provar os deliciosos pastéis de nata da Lord Stow`s Bakery! Dizem que são os mais fiéis à receita original portuguesa. O responsável pela introdução em Macau deste doce que nos é tão familiar foi um farmacêutico inglês, chamado Andrew Stow, que durante uma viagem a Lisboa se apaixonou por esta famosa iguaria. Lançou a sua própria padaria especializada em “portuguese egg tarts” no centro de Coloane em 1989 (a que vêm na fotografia) e desde entao o seu êxito não parou de crescer, atraindo a centenas de turistas diariamente….

Pastel-de-nata

Os pastéis de nata da Lord Stows´s Bakery são os que mais se aproximam à receita original portuguesa em Macau.

Pavilhão do Panda Gigante

É outro dos lugares de visita obrigatória em Coloane, principalmente se viajas em família. Estes dois simpáticos pandas gigantes, espécie que se encontra em vias de extinção, foram oferecidos a Macau pelo Governo da República Popular da China em 2014, mas o pavilhão só abriria portas ao público no ano seguinte. E desde então converteram-se numa autêntica atração turística…

Panda

O Panda Gigante encontra-se atualmente em vias de extinção, devido às alterações climáticas e ao efeito da actividade humana.

Macau de noite

No regresso ao centro de Macau aproveita para fotografar o skyline nocturno da cidade desde uma das pontes que unem a Península com as ilhas. Um autêntico espectáculo de luzes, cor e movimento, que dá outro encanto à cidade. Um efeito quase hipnótico que se prolonga por horas e horas, já que – como se costuma dizer por aqui – Macau nunca dorme…

Skyline

Vista nocturna sobre Macau, desde uma das pontes que une a Península à Ilha da Taipa.

2

 likes / 0 comentários
Partilhar este post:

Comentar este artigo


Clica no formulário para ver mais

Arquivos

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec