22
Out-2016

A nossa lista dos lugares a visitar na cidade de Quebec, Canadá

Canadá   /   Etiquetas:

Bem-vindos a Quebec, a capital da província com o mesmo nome e a cidade mais antiga do Canadá. Ou devemos dizer Bienvenues? Isto porque 96% dos seus habitantes falam francês e este é também um dos assentamentos franceses e europeus mais antigos deste país norte-americano.

Tudo começou em 1535, quando Jacques Cartier chegava a esta zona que nesse momento levava o nome de “Stadaconé” à procura de peles de animais para enviar à Europa. Mas seria necessário esperar mais de 70 anos, até 1608, para assistir à fundação da cidade tal como a conhecemos hoje, pelas mãos do explorador francês Samuel de Champlain. E porquê dar-lhe o nome de Québec? Esta é uma palavra de origem algonquina e significa “passagem estreita”, devido à largura do rio São Lourenço que nesta região se reduz a apenas 800 metros.

mapa_quebec

Pouco depois, em 1628, a cidade era conquistada pelos ingleses, e seguiram-se vários séculos de lutas entre os dois bandos, com tentativas de conquista pelos americanos pela metade, que só terminariam com a independência do Canadá em 1867, quando a cidade de Quebec se converteu na capital da província homónima. Desde esse momento não parou de crescer e a sua localização estratégica fez com que se convertesse num importante porto industrial.

Hoje em dia este papel foi em parte transferido para a vizinha cidade de Montreal, mas nem por isso Quebec perdeu importância, já que ainda concentra no seu território as principais instituições políticas da província e aqui se encontra a sede do governo provincial. Além disso, o seu rico património arquitectónico e cultural, com marcada influência europeia, atrai anualmente a milhares de turistas, o que permite à cidade manter parte do seu esplendor do passado. E a prova está no seu centro histórico, que foi declarado Património da Humanidade pela UNESCO em 1985.

Queres saber tudo o que se pode visitar nesta fascinante cidade do Leste do Canadá? Aqui te deixamos algumas recomendações:

1. Começa por visitar o Castelo de Frontenac (em francês Château Frontenac), um hotel de luxo inaugurado em 1893, que se converteu num símbolo da cidade e numa das suas principais atrações turísticas:

Castelo de Frontenac

Castelo de Frontenac

2. Aproveita para caminhar pela Terrasse Dufferin e desfruta da fantástica vista que oferece sobre o rio São Lourenço:

Terrace Dufferin

Terrace Dufferin

3. Aí bem perto encontramos o Parque dos Campos de Batalha, ideais para um passeio ou para um piquenique. Aqui se travou a famosa Batalha das Planícies de Abraão, que enfrentou a ingleses e franceses durante menos de uma hora e que resultou na morte dos dois generais que lideravam cada um dos lados, James Wolfe e o Marquês de Montcalm.

Planícies de Abraão

Planícies de Abraão

4. Dirige-te à Rua du Petit-ChamplaiN, a rua principal daquele que é considerado o bairro comercial mais antigo da América do Norte. Aqui encontrarás uma série de lojas, cafés e restaurantes, perfeitos para uma pausa entre visitas pela cidade.

Rua du Petit Champlain

Rua du Petit-Champlain

5. Bem perto da rua do Petit-Champlain encontrarás a Praça Real (Place Royal), onde se encontra a Igreja de Notre-Dame des Victoires, uma pequena igreja católica construída entre 1687 e 1723 no mesmo lugar onde Samuel Champlain montou o primeiro povoado da região, em 1608. Ou seja, onde nasceu a cidade de Quebec.

Praça Real

Praça Real

6. E já que estás na Cidade Baixa de Quebec, aproveita para apanhar o ferry e atravessar o Rio SÃo Lourenço para chegar à pequena localidade de Lévis. O trajeto custa apenas 7€ (ida e volta) e desde a outra margem poderás desfrutar de uma vista fantástica sobre Quebec.

Ferry que une as cidades de Quebec e Lévis

Ferry que une as cidades de Quebec e Lévis

7. Faz uma pausa na relva do Vieux Port (Porto Velho), enquanto observas o movimento dos pequenos barcos de recreio que entram e saem da Marina durante os meses de primavera e verão.

Vieux Port de Quebec

Vieux Port de Quebec

8. Entra no mercado do Porto Velho (Marché du Vieux Port) e prova os melhores e mais frescos produtos locais. Recomendamos particularmente os famosos mirtilos desta região, que é a segunda maior produtora do mundo deste fruto vermelho, logo depois do estado de Wisconsin, nos Estados Unidos.

Mercado do Porto Velho / Marché du Vieux Port

Mercado do Porto Velho / Marché du Vieux Port

9. Dá um passeio pelo Corredor do Litoral, um bonito percurso peatonal e habilitado com uma ciclovia que acompanha o caudal do Rio São Lourenço. A poucos metros do porto e do Museu Naval de Quebec encontrarás uma pequena piscina de pouca profundidade, onde os locais se refrescam no verão. Aproveita também para descansar e meter os pés na água!

corredor litoral de Quebec

Uma pausa no corredor litoral de Quebec

10. Para descobrir o lado mais artístico de Quebec, não deixes de passear pela rua Saint-PAul, onde encontrarás uma grande variedade de antiquários e galerias de arte, assim como esplanadas elegantes que te convidarão a parar e a tomar uma bebida.

Rua Saint-Paul, Quebec

Rua Saint-Paul, Quebec

11. Atravessa a Porta de Saint-Jean (Porte Saint-Jean) e prepara-te para entrar numa das ruas mais antigas da cidade, e também uma das mais animadas e frequentadas: a Rue Saint-Jean.

Porta de Saint-Jean

Porta de Saint-Jean

12. Dá um passeio pela Rua Saint-Louis e deixa-te surpreender pela beleza dos seus edifícios de estilo colonial. Foi aqui, concretamente no número 47, onde faleceu Louis-Josep de Montcalm, poucas horas depois da FAMOSA BATALHA DAS PLANÍCIES DE ABRAÃO.

Rua Saint-Louis

Rua Saint-Louis

13. Prova a famosa “Putine”, o prato mais conhecido e mais popular da gastronomia local. A receita original consiste em batata frita coberta de queijo cheddar derretido e molho de carne, mas com o tempo surgiram muitas variações, para distintos gostos e paladares (com carne fumada, com molho à bolonhesa, etc).

poutine, quebec

A “poutine” é um dos pratos mais famosos do Quebec

14. Visita a Citadelle de Québec, o edifício militar mais antigo do Canadá, classificado como Património da Humanidade pela UNESCO em 1985. As instalações ainda são utilizadas para fins militares e funcionam como residência oficial do monarca canadiense durante o verão. No entanto, e devido a um incêndio recente, encontram-se de portas fechadas ao público e em obras de reconstrução.

Citadelle de Quebec

Citadelle de Quebec

15. Observa por fora o edifício do Parlamento e aproveita para fazer uma pausa num dos muitos restaurantes da Grand Allée Est, uma das avenidas mais famosas e agradáveis da cidade.

Esplanadas na Grand Allée Est

Esplanadas na Grand Allée Est

16. Na cidade do Quebec encontrarás espetáculos de rua por todas as partes! E todos são gratuitos (no final cada espectador contribui com o que considere adequado). Senta-te em qualquer espaço livre que encontres e desfruta da arte mais espontânea, e de momentos de pura magia…

Espetáculos de rua na cidade de Quebec

Espetáculos de rua na cidade de Quebec

17. Deixa-te impressionar pela imponência do Edifício Price, de estilo art deco. Com 18 andares e 82 metros de altura, é o prédio mais alto da zona antiga da cidade do Quebec e foi um dos primeiros arranha-céus a ser construídos no Canadá, em 1930, pelos irmãos Price.

edifico price, quebec

Edifício Price, o arranha-céus mais antigo da cidade

18. Prova os doces locais na Padaria “Paillard”, na Rua de Saint-Jean. Foi uma das descobertas mais deliciosas da nossa viagem!

Padaria Paillard, Quebec

Uma pausa na Padaria Paillard

19. Já o dizíamos antes: Quebec é uma cidade de artistas! E a Rue du Trésor, a que nós preferimos chamar a “rua dos pintores” é o melhor lugar para o comprovar. Esta pequena travessa é como um museu ao ar livre e é também um bom lugar para comprar uma bonita recordação do Quebec.

Rue du Trésor, a rua dos pintores de Quebec

Rue du Trésor, a rua dos pintores de Quebec

20. Percorre os 4,6 quilómetros da antiga muralha que delimita o casco antigo de Quebec. Atualmente, esta cidade é a única da América do Norte que permanece fortificada.

Muralhas de Quebec

Muralhas de Quebec

21. VISITA A GARE DU PALAIS, A PRINCIPAL ESTAÇãO DE COMBOIOS DA CIDADE, CONSTRUÍDA EM 1915 COM UM ESTILO MUITO SIMILAR AO DO CASTELO DE FRONTENAC. Em 1992 foi integrada na lista do património histórico de quebec. Atualmente ainda está em funcionamento e aqui chegam também algumas das linhas de autocarros provenientes de outras cidades do país.

Gare du Palais

Gare du Palais

22. Deixa-Te surpreender pelas inúmeras e coloridas pinturas murais espalhadas pela cidade. Uma das mais famosas é este fresque des quebécois, que conta a história do quebec numa enorme parede de 450 m2. está localizado na rua Notre-dame, em pleno bairro de petit-champlain.

Fresque des Quebécois

Fresque des Quebécois

0

 likes / 0 comentários
Partilhar este post:

Comentar este artigo


Clica no formulário para ver mais

Arquivos

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec