19
Mai-2016

Uma semana em Havana. Que visitar?

Cuba   /   Etiquetas:

Foi uma visita curta. A nossa primeira viagem a Cuba não podia durar mais que uma semana, pelo que decidimos dedicar a maior parte da nossa estadia à capital, a bela Havana. Queríamos explorar as ruas estreitas e coloridas da Havana Vieja, assistir a um espectáculo de salsa, falar com a gente local e sentir como se vive nesta cidade e país que viveu isolado do mundo ocidental durante mais de 50 anos.

No final podemos dizer que foram sete dias intensos de aprendizagem e exploração, de longas caminhadas e animadas conversas de café, de muitas perguntas de difícil resposta, de matizes e contradições, de sorrisos e alguns momentos de indignação. Mas sempre com uma salsa ou um bolero como música de fundo…

Para os leitores que vão ter o prazer de viver esta experiência em primeira pessoa, aqui vos deixamos uma lista de recomendações de locais a visitar e atividades imperdíveis em Havana:

começa pela “Plaza vieja” 

vendedora-de-flores

Vendedora ambulante na “Plaza Vieja”

Começamos a nossa viagem por uma das praças mais bonitas da Havana, a Plaza Vieja, recentemente restaurada. Aqui encontrarás uma grande quantidade de bares e restaurantes integrados em belos edifícios coloridos de estilo colonial, lojas de artesanato e souvenirs, vendedoras ambulantes de flores, santeiros e até um fantástico ponto de observação, conhecido como a Câmara Escura, com um periscópio desenhado por Leonardo Da Vinci, e que oferece umas vistas fantásticas sobre a cidade.

Toma um Mojito na “Bodeguita del Medio”…

LabodeguitadelMedio

O mojito da “Bodeguita del Medio” era um dos favoritos de Hemingway

Era um dos lugares favoritos de Ernest Hemingway em Havana. O escritor norte-americano chegou mesmo a imortalizar as suas preferências nas paredes deste restaurante de comida típica cubana, através da seguinte inscrição que não se apagou até aos nossos dias: “O meu mojito na Bodeguita, o meu daiquiri no Floridita” (My mojito in La Bodeguita, My daiquiri in El Floridita), escrevia. Mas este não era o único intelectual que por aqui passava os seus dias. Salvador Allende, Pablo Neruda ou Errol Flynn, por exemplo, não passavam muito tempo sem saborear o famoso cocktail. E nós não perdemos a oportunidade!

… e um daiquiri na “Floridita”.

Floridita2

Eis outro dos cocktails famosos de Havana: o “daiquiri” da Floridita

E se queres seguir os passos do autor de “O Velho e o mar” não podes deixar de tomar também um refrescante “daiquiri” no bar “Floridita”, elaborado com rum branco, sumo de limão, morango e açucar. Aberto desde 1817 e com uma decoração de estilo Regency, este lugar apresenta apenas um único inconveniente: os preços, que podem chegar a ser proibitivos para viajantes low cost como nós. Por isso já sabes: é para um daiquiri e pouco mais!

CAMINHA pela Rua Obispo

Habana13

A rua Obispo é a rua mais comercial de Havana. Aqui encontrarás de tudo!

E saindo da Floridita estás a um passo da Rua Obispo, uma das mais comerciais de toda a Havana. Aqui encontrarás todo o tipo de lojas, vendedores ambulantes, ateliers de artesanato, pequenos bares tradicionais e restaurantes com música ao vivo. Quase podemos dizer que é o centro nevrálgico da cidade, por onde passarás uma e outra vez…

Visita o quarto onde se alojou Hemingway

Quarto-511

Quarto 511 do hotel “Ambos Mundos”, ou o quarto de Hemingway.

É também na rua Obispo onde se encontra o conhecido (e turístico) Hotel Ambos Mundos, onde Ernest Hemingway passou a sua primeira temporada em Cuba, nos anos 30. É possível visitar o quarto 511, onde se alojava o escritor que mais tarde seria Prémio Nobel. E recomendamos que subas também ao pátio do hotel, que tem umas vistas espectaculares sobre a cidade…

Compra livros usados na Plaza de Armas

mercado-de-livros

Mercado de livros usados na Plaza de Armas

Continua a caminhar até ao final da Rua Obispo até chegar à mítica Plaza de Armas, a mais antiga (de 1519) e também uma das mais belas de Havana. Todos os dias se monta aqui um pequeno mercado de livros usados, onde poderás encontrar autênticas relíquias, principalmente se queres saber mais sobre a convulsa história do país, sobre os seus heróis e protagonistas políticos e sobre a Revolução que marcaria um antes e um depois na vida dos cubanos.

Visita a praça da Revolução

Habana49

Crianças cubanas posam com a bandeira nacional nas celebrações do 1º de Maio

E já que falamos em Revolução, abandonemos por instantes a Havana Vieja para visitar uma das maiores praças do mundo, com 72 mil metros quadrados. A Praça da Revolução é um dos lugares com maior simbolismo político da cidade. E não é por acaso que aqui se encontra o Monumento a José Martí e a enorme imagem de Che Guevara (que ocupa toda a parede de um edifício), com a mítica frase: “Até à vitória, sempre!” (“Hasta la victoria siempre”). E aí mesmo ao lado, está o rosto de outro dos heróis da Revolução, Camilo Cienfuegos. Tivemos a sorte de coincidir com as celebrações do 1º de Maio. E, independentemente da cor política que se tenha, podemos dizer que foi uma das experiências mais interessantes que vivemos durante toda a viagem, pelo ambiente festivo que nos rodeava e pelas histórias que pudemos escutar.

faz uma visita a John Lennon

John-Lennon

Estátua de John Lennon, em Vedado

Aproveita que estás na zona de Vedado para fazer uma visita a um dos membros da mítica banda inglesa “The Beatles”. Sim, eis uma bonita homenagem a John Lennon. Para além de atribuir o nome do autor de “Imagine” a um jardim público, o governo da Havana colocou aqui também uma escultura deste membro dos Beatles feita pelo artista cubano José Villa Soberón, com uma inscrição no solo com uma estrofe de uma das suas letras mais conhecidas: “podes dizer que eu sou um sonhador. Mas eu não sou o único”, podemos ler. E que o diga um povo como o cubano…

VIAJA AO PASSADO DE CUBA NO Museu da Revolução

museu-revolucao2

Quadro comemorativo da expulsão de Fulgencio Batista do Governo cubano

Continuamos a indagar sobre a história recente de Cuba. Desta vez no Museu da Revolução, um dos museus mais importantes do país, já que concentra entre as suas paredes várias décadas de histórias, acontecimentos e personagens que deram forma à Cuba dos nossos dias. Além disso, caminhar pelos corredores deste edifício é já percorrer um pedaço da história da nação caribenha, já que este foi o palácio presidencial utilizado por diversos líderes políticos durante os seus mandatos.

Saboreia uma “Bucanero”

bucanero

A “Bucanero” é a cerveja nacional cubana

E depois de tanto caminhar, certamente precisarás de um descanso. Senta-te em qualquer bar da Havana Vieja, pede uma “Bucanero”, a cerveja nacional, e viaja por instantes à época em que os piratas habitavam estes territórios das Caraíbas enquanto assistes a um espectáculo de música ao vivo. Esta é a verdadeira Havana…

PROVA A DELICIOSA GASTRONOMIA LOCAL

gastronomia

Em Havana poderás encontrar peixe fresco a preços acessíveis.

E eis que chega o momento de sentar-se à mesa e provar a deliciosa gastronomia local. E devo dizer que da Havana só trouxemos boas experiências culinárias para contar… A comida “criolha” tradicional é bastante simples, com ingredientes como arroz, feijão, salada (repolho e tomate) e algum tipo de carne ou peixe. E podes encontrar uma grande variedade de mariscos acabadinhos de pescar a preços bastante acessíveis. Isso sim, há que saber escolher os lugares. Recomendamos que entres num dos muitos “paladares” locais, que não são mais que pequenos restaurantes familiares, para ter uma experiência bem mais genuína (e mais barata).

Visita a Praça da Catedral

catedral

A Catedral de Cuba foi considerada Património Mundial pela UNESCO.

O escritor cubano Alejo Carpentier descreveu a Catedral da Havana como “música escrita em pedra”. E a verdade é que os detalhes esculpidos na fachada deste imponente edifício merecem ser cuidadosamente estudados. Esta Catedral de la Virgen María de la Concepción Inmaculada de La Habana ou Catedral da Havanaque dá o nome a esta bela praça de estilo barroco construída no século XVIII, está integrada na zona da “Cidade Antiga de Havana e suas fortificações”, classificada como Património Mundial pela UNESCO. 

DESCOBRE como se faz um “Havana Club”…

Museo-del-Ron

“Havana Club” é uma das marcas de rum cubano mais conhecidas no mundo inteiro.

E porque o rum também faz parte do património cubano, não podes deixar de visitar a casa oficial do conhecido “Havana Club”, provavelmente uma das bebidas mais internacionais produzidas em território nacional. O museu está localizado numa bonita casa de estilo colonial, em pleno centro histórico da Havana Vieja. Durante a visita guiada (disponível em distintos idiomas) poderás observar cada uma das etapas do processo de elaboração da mítica bebida alcoólica e no final há uma pequena cerimónia de degustação. E se ficas com vontade de mais, podes sempre passar pela loja oficial…

…E prova um bom charuto cubano

puro

Anabela com uma verdadeira cubana…

Depois de um rum nada melhor que um bom charuto cubano (ou um “puro” como lhe chamam aqui), outra das imagens de marca de Cuba. A Fábrica de Tabacos Patargás é a mais conhecida de Havana e uma das mais tradicionais. É também um dos lugares mais seguros para comprar se queres trazer algumas caixas de puros cubanos como recordação, já que muitos dos que se encontram à venda nas ruas (a preços demasiado convidativos!) não primam propriamente pela qualidade…

AssistE a um treino infantil de boxe 

boxe

Em Cuba a paixão pelo boxe começa bem cedo…

O boxe é um dos desportos mais populares em Cuba. E a prova disso é a quantidade de medalhas que conquistaram nesta modalidade: entre 1972 e 1984 Cuba obteve 32 das 104 medalhas de ouro olímpicas atribuídas nesta disciplina! Os anos que se seguiram não seriam tão esplendorosos, mas nem por isso o desporto foi esquecido dentro das fronteiras cubanas. Ainda hoje se valorizam as virtudes do trabalho duro e da disciplina física e menstal em Cuba, e estes valores são transmitidos desde tenra idade. No ginásio Rafael Trejo, em plena Havana Vieja, as crianças treinam diariamente e durante várias horas, logo depois da escola. Já dizia o poeta: “mente sã num corpo são!

Toma um café no Sloppy Joe´s

sloppy-joe

O Sloppy Joe´s foi muito popular entre emigrantes americanos na década de 40

É outro dos lugares míticos de Havana, que no passado foi frequentado por celebridades como Ava Gardner ou Frank Sinatra, para dar apenas alguns exemplos. Foi fundado em 1917 por um emigrante espanhol, José Abeal y Otero, que soube tirar o máximo proveito da migração de americanos que em Cuba encontraram a bebida que lhes negavam nos Estados Unidos da América durante a Lei Seca. Hoje em dia não esperes encontrar celebridades nas mesas do Sloppy Joe´s. Mais bem encontrarás turistas ingleses e americanos, fascinados pela decoração, pelas fotos das paredes e pelas histórias do passado. Mesmo assim, merece uma visita!

DÁ um Passeio pelo Malecón

Malecon2

Um dos passeios imperdíveis quando visitas a Havana…

É provavelmente um dos lugares mais mágicos da Havana, principalmente se caminhas por esta ampla avenida com mais de 6 km de extensão ao final da tarde, quando o sol se esconde timidamente no horizonte e começa a pintar a cidade de tons alaranjados. Senta-te no paredão e observa como vai sendo ocupado por orgulhosos cubanos que sabem o privilegiados que são por viver nesta cidade e que diariamente acabam aqui o seu dia, para caminhar, socializar ou simplesmente para contemplar o movimento incessante dos coloridos carros americanos da década 40, por um lado, e do Mar das Caraíbas por outro…

AssistE ao pôr-do sol no Morro 

Habana42

Pôr-do-sol no Castelo do Morro.

Depois de caminhar pelo Malecón, apanha um táxi ou autocarro (não podes ir a pé) e dirige-te ao Castelo do Morro para ver como a cidade muda de cor no final do dia e vai ganhando outro encanto à medida que a noite cai. Mas nunca percas o relógio de vista, porque às 21h tens que assistir ao famoso canhonaço, na Fortaleza de la Cabaña, aí mesmo ao lado. Toda uma cerimónia com personagens vestidos a rigor e canhões de verdade (mas balas fictícias) que representa o período em que a cidade estava cercada por muros e os tiros se disparavam para avisar aos habitantes que os portões da cidade estavam a fechar.

DESFRUTA DE um espectáculo ao estilo de Buena Vista Social Club

Buena-Vista-Social-Club

No Teatro Rosalia de Castro ainda podes ver alguns dos elementos de Buena Vista Social Club

E nada melhor para terminar a noite que um espectáculo ao bom estilo de Buena Vista Social Club. Na Sociedade Cultural Rosalia de Castro, localizado a poucos metros do Capitólio e do Gran Teatro de La Habana, ainda é possível ver actuar alguns dos elementos deste extinto grupo musical, por pouco mais de 30€ (com três cocktails incluídos, mas sem jantar. Neste caso o preço sobe para os 50€). A estrela da noite foi Juana Bacallao, uma autêntica diva cubana que aos seus 90 anos continua a subir ao palco e a arrancar aplausos…

FAZ UMA ESCAPADINHA A COJÍMAR

Hemingway

Cojímar foi durante vários anos, o lugar predilecto de Hemingway para escrever.

Se ainda tens tempo disponível, aproveita para conhecer as praias do Leste de Havana. Não são tão bonitas como as de Varadero, mas também valem a pena. E depois aproveita para conhecer Cojímar, uma pitoreca aldeia piscatória onde Hemingway passava parte do seu tempo e onde gostava de pescar. Aqui encontrarás várias referências à sua presença na localidade, como o quadro que vês na foto, uma estátua em pleno centro e até um pequeno museu na chamada “Finca Vigia”, onde o escritor vivia e se reunia frequentemente com os amigos. Um lugar bonito, tranquilo e perfeito para um dia mais relaxado, a apenas 7 quilómetros da capital…

fala COM a gente local

cubanos

Anabela com dois simpáticos cubanos…

Não tenhas medo de falar com a gente nas ruas. Os cubanos são um dos povos mais simpáticos e acolhedores que já conhecemos! Une-te às conversas, faz perguntas, pede indicações. Já verás que há muito mais para descobrir para além do que está nas guias de viagem… E se o descobres através de alguém que viveu aí toda a sua vida, muito melhor!

Passa um dia nas praias de Varadero 

Varadero11

As praias de Varadero são um autêntico paraíso. E tivemos o privilégio de ter uma praia inteira só para nós…

Se depois de visitar a Havana ainda tens espaço para outra escapadinha no teu programa de viagem, faz como nós e dedica um dia às belas praias de Varadero. Já verás que é são espectaculares. Esta pequena cidade está localizada a pouco mais de 130km da capital, e a viagem em autocarro demora mais ou menos 3 horas. Uma boa opção se queres passar um dia tranquilo longe do ruído da cidade e rodeado pelas águas mornas e transparentes do Mar das Caraíbas. Pena que não seja acessível para grande parte dos cubanos…

2

 likes / 10 comentários
Partilhar este post:
  1. Um dia em Varadero, CubaRoadmoving /

    […] de percorrer quase toda a Havana a pé, e como ainda tínhamos algum tempo disponível, decidimos dar-nos um merecido descanso e […]

  2. Cuba: um país de lutadores - RoadmovingRoadmoving /

    […] as nossas viagens sempre deixamos um pouco de espaço para a improvisação. E esta visita a Cuba não foi excepção. Obviamente investigámos um pouco sobre o destino antes de partir, mas […]

  3. Francisco Agostinho /

    É O DESTINO AO QUAL QUEM PODE DEVE IR E JÁ !! principalmente DEVIDO Á ABERTURA QUE O REGIME ESTÁ A PROPORCIONAR, DICAS ESPECTACULRAS, FICA ANOTADO ! oBRIGADO PELA PARTILHA

  4. marlene marques /

    Tantas coisas para ver e fazer! Haja tempo! :) Muito Bom Guia, parabéns!

  5. contramapa /

    UAU! EXCELENTES FOTOS! EU ADOREI HAVANA, O CENTRO HISTÓRIO É MUITO PITORESCO… E NÃO HÁ COISA MELHOR QUE BEBER UM MOJITO NA BODEGUITA DEL MEDIO!

  6. Margarida Nobre /

    Um dos destinos que ainda me falta… obrigada pelas dicas e sugestões de como planear uma visita a Cuba mesmo sendo relativamente curta… as fotos estão óptimas!

  7. Sonia justo /

    Que saudades de cuba ao ler este pOst Estive em cuba em 2006 e foi uma viagem muito especial para mim, foi a primeira de muitas viagens que Fiz com O meu grupo de amigos.

  8. Martinha Andersen /

    que post mais incrível e as fotos estão um arraso de lindas. Ainda não conheço cuba… mas quero muito ir algum dia. beijos =)

  9. Itamar Japa /

    Já estive 2 vezes em CUba e pretendo voltar em breve, foram as melhores viagens que fiz na vida! É um lugar incrível com pessoas incríveis! COm este artigo minha saudade só aumentou! Obrigado por compartilhar!

  10. Giulia Sampogna /

    Que artigo completo! Amei. Ja tinha muita vontade de conhecer e apenas aumentou essa vontade! Vou salvar Esse artigo. Obrigada!

Comentar este artigo


Clica no formulário para ver mais

Arquivos

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec